Bem Vindo

Bem-vindo à Plataforma de Estágios Profissionais da Ordem dos Psicólogos Portugueses, que permitirá a gestão de todo o processo de estágio profissional, no cumprimento do Regulamento de Estágios Profissionais da Ordem dos Psicólogos Portugueses (Despacho Nº 15866/2010). Para aceder à Plataforma deverá, em primeiro lugar, efectuar o seu registo, utilizando para o efeito o username e password de acesso à sua área pessoal no site da Ordem dos Psicólogos Portugueses.


A todos os estagiários

Faz a Comissão de Estágios saber que se encontram, no essencial, regularizadas as dificuldades técnicas que dificultavam a avaliação, pela Comissão, das propostas de estágio. Mais acrescenta que os estagiários que entretanto tenham concluído os seus estágios, poderão dar início ao processo de submissão dos seus relatórios de estágio.

A Comissão de Estágios relembra que o relatório de estágio, reflectindo embora os campos do formulário de projecto, deve ser redigido em texto corrido, utilizando os rectângulos disponíveis à direita. Não terá que se referir aos campos não aplicáveis ao seu estágio/não preenchidos aquando da submissão do projecto; no entanto, deverão ser sempre abordados os seguintes pontos: 1) a caracterização da entidade e seu contexto, 2) a análise de necessidades e objectivos do estágio, 3) as actividades realizadas, 4) as competências desenvolvidas, 5) a reflexão critica sobre o processo de “tornar-se psicólogo”, 6) as referencias de acordo com as normas da APA.

Critérios de avaliação

A CE considera que a forma do texto (e.g. clareza) e a capacidade de síntese do estagiário devem ser tomadas em consideração. Ao nível do conteúdo, devem ser considerados os seguintes aspectos: 1) adequação das estratégias e do plano aos objectivos do estágio, 2) demonstração de que o estágio serviu para uma reflexão critica sobre a profissão de psicólogo e para a aquisição de competências - chave (análise de necessidades e definição de objectivos; planeamento, desenvolvimento e avaliação da intervenção; avaliação psicológica, método e instrumentos) e de competências profissionais comuns aos profissionais e facilitadoras do exercício profissional.

Um estágio deverá ser considerado muito bom quando cumpre com excelência os critérios de avaliação; bom quando cumpre os critérios de avaliação; suficiente quando cumpre os critérios de avaliação de forma mediana ou com falhas pouco significativas e não aprovado quando não cumpre os critérios de avaliação”.

Na Acta nº 17 da CE foi ainda referido que “em caso de pedido de justificação e/ou reclamação por parte dos estagiários em relação à classificação final, devem os mesmos apresentar recurso - denominado, no Regulamento de Quotas e Taxas, por Reclamação ou recurso administrativo de decisão final de processo de estágio, reclamação essa que dá lugar ao pagamento de 60.00€ por parte do Membro.

No seguimento desta Reclamação, e estando o procedimento da CE nestas situações não especificado no Regulamento de Estágios da Ordem dos Psicólogos Portugueses, publicado no Diário da República, 2ª Série, nº 204 de 20 de Outubro de 2010, delibera e deixa registado em acta a CE que o Recurso será analisado pela totalidade dos Membros da CE, podendo a avaliação final ficar com a mesma classificação, subir a sua classificação, ou descê-la. A decisão relativa ao recurso ficará registada em acta e comunicada posteriormente ao requerente no prazo máximo de trinta dias.


Estágios Profissionais da Ordem dos Psicólogos

1º Curso de Formação associado a Estágios Profissionais em Braga

1º Curso de Formação associado a Estágios Profissionais em Lisboa Marina Carvalhosa